Nobreak previne danos ao videowall

O nobreak protege os monitores do videowall contra quedas de energia

O nobreak é o equipamento de segurança de produtos eletrônicos, como o videowall, mais presente em residências e empresas. Ele, basicamente, usa uma série de baterias para dar uma autonomia de 10 a 15 minutos em caso de interrupção do fornecimento por parte das concessionárias de energia elétrica.

nobreak video wall

nobreak video wall

“No nosso país, e na América do sul em geral, a qualidade dos serviços prestados pelas companhias que gerenciam o sistema de distribuição deixa a desejar, ainda mais com essa crise energética que se aproxima com a falta de chuvas. Além da instabilidade no fluxo de energia, um grande problema não é nem a interrupção do fornecimento, mas sim, quando ele retorna, muitas vezes em uma carga maior que os equipamentos suportam. É uma obrigação tentar se proteger com um nobreak”, diz o engenheiro eletrônico Marcel Oliveira.

A versatilidade do nobreak é um capítulo à parte. Equipamentos sensíveis, e o videowall é um deles, exigem esse tipo de proteção. “Seu uso mais comum é em computadores e datacenters, ele evita a perda de dados que podem ser ocasionados com a falta repentina de energia. Sua autonomia não permite que se trabalhe por muito mais que cinco ou dez minutos, então é indicado que o usuário salve o conteúdo em que esteja trabalhando e desligue as máquinas de forma segura”, nos conta o gerente de TI Kléber Andreas, que adiciona, “em parceria com um estabilizador e um gerador, temos um trio perfeito”.

As vendas de nobreak sempre crescem no verão, época de chuvas no Brasil, e com a popularização do videowall, esses números aumentaram. O videowall, que pode ser traduzido como parede de vídeo, é um painel de alto desempenho composto por monitores profissionais, o LFD. Com um sistema complexo que permite a conexão em rede, reprodução interna de conteúdo e sincronia com outros aparelhos, são equipamentos de elevada tecnologia e com isso sensíveis à variação elétrica.

“É fundamental usar um nobreak para proteger seu videowall, é a valorização do seu investimento”, afirma o engenheiro Marcel. “As empresas que fazem questão de instalar um videowall em sua loja ou escritório, veem no equipamento forma de unir design e rendimento. A beleza desse tipo de produto eleva o status daquele espaço, e sua praticidade permite exibir em HD de apresentações a vídeos”, ele completa.

“O ideal é manter o nobreak conectado aos seus equipamentos eletrônicos o tempo todo. Dos modelos existentes à venda, o on-line em série é o mais seguro. Ele na verdade alimenta os aparelhos, computadores e o nosso exemplo, o videowall através de suas baterias que vão receber a energia elétrica direto da rede. É uma forma totalmente segura de se trabalhar”, conclui o engenheiro.